Ônibus, Metrô, BRT e VLT

Como é a acessibilidade nos ônibus, Metrô, BRT e VLT?

Essa é uma das principais dúvidas de quem vem ao Rio, e felizmente a cidade melhorou bastante a acessibilidade do transporte público nos últimos anos. Todas as estações do metrô possuem algum recurso de acessibilidade, a maior parte dos ônibus possui elevadores e os meios de transporte mais recentes (BRT e VLT) são totalmente acessíveis. A passagem normalmente não é cobrada para o cadeirante nem para o acompanhante, mas em alguns casos podem exigir o documento que dá direito à gratuidade.

Metrô:

Trem do Metrô Rio

Todas as estações possuem algum mecanismo de acessibilidade. Em algumas das antigas (ex: Cardeal Arcoverde e Carioca), há elevadores de plataforma que são bastante lentos, mas funcionam. As estações mais novas possuem elevadores convencionais que são bastante ágeis. Os funcionários são bem capacitados para atender cadeirantes e estão sempre dispostos a ajudar em todo o trajeto. O metrô tem inclusive uma página com detalhes de acessibilidade para cada estação!
Site: https://www.metrorio.com.br/Facilidade/Acessibilidade

Ônibus:

A maior parte dos ônibus que circula pela Zona Sul e Centro possui elevadores acessíveis. Os elevadores são um pouco lentos e os motoristas muitas vezes têm má vontade para operá-los, mas com alguma paciência, pode ser uma boa alternativa de transporte quando não é possível utilizar o metrô.
Site: http://www.rioonibus.com/

VLT:

Recém-inaugurado, opera entre a rodoviária da cidade e o aeroporto Santos Dumont. É uma boa opção para quem quiser conhecer o centro da cidade ou a zona portuária.
Site: http://vltrio.rio/

BRT:

Catraca acessível do BRT

Aliado ao novo metrô da Linha 4, é uma opção rápida e barata para quem quer visitar a região da Barra da Tijuca e Recreio, principalmente na hora do rush, quando o trânsito para esta região do Rio fica bastante lento.
Site: http://www.brtrio.com/